Pages

O motivo do meu sumiço

Krill was here
Tenho certeza que muitos nem leram o post e simplesmente comentarão: "Que bom que você voltou". Ou outros, vão ler ate a metade e parar, porque não se interessarão pelos meus problemas pessoais, mais tenho certeza que pelo menos alguém vai ler este post e vai levar o que se passou comigo como lição.
Estou passando por uma fase tanto quanto enjoadinha da minha vida, que eu sinto vontade de sair. Sair para quase todas as festas, sem aquela devida preocupação de com quem ir, como ir e o que fazer por lá. Devido a esta falta de devida preocupação, sábado (6), aconteceu uma coisa que talvez pudesse mudar o resto da minha vida, por uma festa inútil.
Em São João, uma cidade bem próxima da minha, ocorre anualmente o festival da cultura. Nunca tinha ido na festa, e este ano senti vontade. Fui com meus amigos e me diverti bastante por lá. Conscientemente, porque nunca fui de aprontar em festas pra não perder a confiança da minha mãe e também porque não vejo necessidade. No final da festa, meus amigos e eu, fomos para portaria da festa esperar minha carona pegar o carro no estacionamento. Estávamos todos bem, conversando normalmente, quando um psicopata, provavelmente bêbado, nos atingiu com o carro. Éramos 5 pessoas. Eu já tinha visto isso acontecer na televisão, longe de mim, entende? Mais sentir aquilo na pele, foi uma das piores sensações da minha vida. Um dos meus amigos, ficou em estado grave, mais graças a Deus esta bem melhor. Meus outros amigos e eu, nos machucamos bem pouco em comparação com o que se machucou muito. Caímos no chão, mais meu amigo ficou preso debaixo do carro. Pra mim, o pior de tudo nem foi estar ali passando por aquilo, mais sim ver as pessoas que eu gosto naquela situação. Desorientados, sem saber o que fazer! O delinquente que nos atropelou, teve a capacidade de ROUBAR meu celular, isso mesmo! Ao invés de nos ajudar, gastou o tempo dele roubando meu celular e reclamando da situação que o carro dele ficou. Consegui recuperar meu celular, graças a Deus e a um amigo meu, mais eu nunca vou esquecer daquela cena. De como eu queria estar na minha casa, na minha cama, com minha família enquanto aquilo acontecia. No começo pensei que estava no lugar errado e na hora errada, mais hoje posso afirmar que não. Eu estava no lugar certo, na hora certa e com as pessoas certas! Talvez, se isso nunca me acontecesse eu jamais entenderia a preocupação da minha mãe, e jamais conformaria pelas vezes que ela me disse não.
Eu sei que ninguém tem nada haver com isso, mais devido a isso quase pensei em desistir do blog, que é minha vida. Fiquei sem coragem de sair na rua, não tinha cabeça pra sentar na frente do computador e elaborar um post. Peço perdão por ter sumido, mais eu realmente não conseguia, agora estou buscando forças para recuperar o trauma aqui. Agradeço a Deus por ter guardado a minha vida e a de todos os meus amigos, e apesar dos pesares não ter permitido que nada grave nos acontecesse.
Bom, eu espero que quem tenha lido isso, tire como lição, porque nunca sabemos como é a dor ate sentirmos, e francamente é preferível não sentir porque alem de doer em você, dói em todos que te amam também. Talvez, você vá para a festa com consciência, sem nenhuma má intenção, mais a gente nunca sabe de quem esta do nosso lado. Então, é isso! Não quero me expor com este acontecimento, mais tenho certeza que muitos adolescentes estão precisando ler isto para despertar pra vida e ver que a vida deve ser levada a sério e que o perigo esta bem mais próximo do que pensamos.

Parceria: Fashion day'Store


É, infelizmente eu dei uma sumida significativa. Mas, eu tenho motivos e irei explicar tudo, mais não agora, não nesse post.
Mais então, para voltar com tudo na maior positividade e alegria, nesse post vim anunciar uma parceria super legal com a loja "Fashion Day'Store". O óculos que é puro amor, é la da loja.

Sobre a loja: A loja virtual Fashion Day'Store teve início no ano de 2013. Fundada por uma publicitária e uma enfermeira e comerciante, teve como foco roupas de ótima qualidade a preço justo e de look limitados. Foco esse, pensado a partir de experiências pessoais, onde a cada esquina se via uma roupa igual ou parecida, a um preço bem elevado. Com isso, montou-se uma loja virtual focada em qualidade, preço e facilidade. Fazemos o possível para manter os produtos importados em um estoque de pronta entrega, mas com isso, os produtos acabam sendo bem limitados, e nossos clientes bem satisfeitos, seja com o prazo ou com a loja em si.
A Fashion Day'Store é especializada em moda feminina e masculina, além de acessórios diversos. Trabalhamos com produtos nacionais e importados de ótima qualidade e todos a pronta entrega, pois prazo é essencial e prezamos muito isso. Iniciamos nossas vendas inicialmente por meio do site do Mercado Livre e resolvemos expandir as vendas para uma Loja Virtual, para melhor conforto para o cliente na hora da compra e busca de produtos, pois aqui se reúne unicamente produtos da loja. Mas como nossa meta é pensar nos clientes, mantemos as vendas no Mercado Livre, para assim o cliente realizar a compra por onde se sentir mais protegido, apesar de darmos garantia de segurança nas transações através do PagSeguro, um site intermediador de pagamento.

Na barra lateral do blog, tem um cupom de desconto para compras na loja. Nas compras a partir de R$50, você ganha 10% de desconto em qualquer produto da loja.
Recebi da loja, um óculos em formato de coração que eu estava desejando a tempos. Para quem deseja um óculos assim também, saiba que ele custa apenas R$29,90 la na loja.
O cumpom é "MANUFASHION". Vai lá e enche o carrinho! [love] 

Tratamento facial caseiro

As vezes, a correria do dia a dia impossibilita que você vá no salão de beleza ou ate mesmo tire algum tempinho do seu dia para cuidar da pele. Hoje em dia, dá para dar um jeitinho na falta de tempo e de dinheiro com alguns tratamentos faciais caseiros. Isso não é novidade para ninguém, né?
Hoje vim mostrar um destes tratamentos faciais caseiros, que oferece ótimos resultados. Já fiz em casa e posso afirmar que funciona. Se liga nas instruções:

Você vai precisar de: Pano limpo | Água Chaleira ou panela | Tigela | Mel | Abacate grande | Bicarbonato de sódio | Saquinho de chá de camomila | Bolas de algodão | Azeite de oliva

Instruções: 
1. Ferva aproximadamente cinco xícaras de água em uma chaleira ou panela. Retire do fogo e despeje o conteúdo em uma tigela grande. Coloque o pano limpo na água quente e deixe de molho por cerca de 20 segundos. Retire o pano e deixe esfriar um pouco. Deve sair um vapor dele, mas não deve queimar a sua pele. Coloque o pano sobre o rosto até que ele esfrie completamente; seus poros ficarão abertos e prontos para a limpeza.

2. Aplique uma quantidade generosa de mel em seu rosto, cobrindo toda a pele para uma limpeza completa. Deixe o mel secar por 15 minutos. Enquanto isso, misture uma solução de bicarbonato de sódio e água (50:50).

3. Aplique a mistura de bicarbonato de sódio e água sobre o mel seco. Esfregue suavemente em movimentos circulares por cerca de 45 segundos para esfoliar a pele e remover os cravos. Mergulhe o pano em água e retire do seu rosto tanto o mel quanto a mistura de bicarbonato de sódio.

4. Ferva uma xícara de água e coloque um saco de chá de camomila. Mergulhe uma bola de algodão no chá e esfregue sobre todo o seu rosto para tonificar a pele. Repita o processo com novas bolas de algodão.

5. Amasse um abacate e aplique a pasta em seu rosto. Deixe descansar por 20 minutos para uma hidratação profunda. Retire a pasta com um pano molhado. Aplique uma fina camada de azeite de oliva em todo o seu rosto e não remova.

Então, é isso! Recomendo que se sentir alguma ardência ou encômodo durante o procedimento, tire a mistura do rosto para evitar maiores conflitos porque pode ser uma reação alérgica ou coisa do tipo.
Já tentou este procedimento ou algum do tipo? Me conta! [love]

O império da vaidade

Hoje enquanto estava fazendo uma prova de português, me deparei com alguns fragmentos do testo "Império da Vaidade" de Paulo Moreira Leite. Não consegui me conter e assim que cheguei em casa, procurei o texto completo. Achei tão profundo e verdadeiro que trouxe aqui pro blog.
Vaidade | Flickr – Compartilhamento de fotos!
Você sabe por que a televisão, a publicidade, o cinema e os jornais defendem os músculos torneados, as vitaminas milagrosas, as modelos longilíneas e as academias de ginástica? Porque tudo isso dá dinheiro. Sabe por que ninguém fala do afeto e do respeito entre duas pessoas comuns, mesmo meio gordas, um pouco feias, que fazem piquenique na praia? Porque isso não dá dinheiro para os negociantes, mas dá prazer para os participantes. O prazer é físico, independentemente do fidíco que se tenha: namorar, tomar ''milk-shake'', sentir o sol n pele, carregar o filho no colo, andar descalço, ficar em casa sem fazer nada. Os melhores prazeres são de graça - a conversa com o amigo, o cheiro do jasmim, a rua vazia de madrugada -, e a humanidade sempre gostou de conviver com eles. Comer uma feijoada com amigos, tomar caipirinha no sábado é também uma grande pedida. Ter um momento de prazer é compensar muitos momentos de desprazer. Relaxar, descansar, despreocupar-se, desligar-se da competição, da áspera luta pela vida - isso é prazer.
 Mas vivemos num mundo onde relaxar e desligar-se tornou-se um problema. O prazer gratuito, espontâneo, está cada vez mais difícil. O que importa, o que vale é o prazer que se compra e se exibe, o que não deixa de ser aspecto da competição. Estamos submetidos a uma cultura atroz, que quer fazer-nos infelizes, ansiosos, neuróticos. As filhas precisam ser Xuxas, as namoradas precisam ser modelos que desfilam em Paris, os homens não podem assumir sua idade.
Não vivemos a ditadura do corpo, mas seu contrário: um massacre da indústria e do comércio. Querem que sintamos culpa quando nossa silhueta fica um pouco mais gorda, não porque querem que sejamos mais saudáveis - mas porque, se não ficarmos angustiados, não faremos mais regimes, não compraremos mais produtos dietéticos, nem produtos de beleza, nem roupas e mais roupas. Precisam de nossa impotência, da nossa insegurança, da nossa angústia.
O único valor coerente que essa cultura apresenta é o narcisismo. Vivemos voltados para dentro, à procura de mundos interiores (ou mesmo vidas anteriores). O esoterismo não acaba nunca - só muda de papa a cada Bienal do livro -, assim como os cursos de autoconhecimento, auto-realização e, especialmente, autopromoção. O narcisismo explica nossa ânsia pela fama e pela posição social. É hipocrisia dizer que entramos numa academia de ginástica porque estamos preocupados com a saúde. Se fosse assim, já teríamos arrumado uma solução para questões mais graves, como a poluição que arrebenta os pulmões, o barulho das grandes cidades, a falta de saneamento.
Estamos preocupados em marcar a diferença, em afirmar uma hierarquia social, em ser distintos da massa. O cidadão que passa o dia à frente do espelho, medindo p bíceps e comparando o tórax com o do vizinho do lado, é uma pessoa movida por uma necessidade desesperada - precisa ser admirado para conseguir gostar de si próprio. A mulher que fez da luta contra os cabelos brancos e as rugas seu maior projeto de vida tornou-se a vítima preferencial de um massacre perpetrado pela indústrias de cosméticos. Como foi o demostrado pela feminista americana Naomi Wolf, o segredo da indústria da boa forma é que as pessoas nunca ficam em boa forma: os métodos de rejuvenescimento não impedem o envelhecimento, 90% das pessoas que fazem regime voltam a engordar, e assim por diante. O que se vende não é um sonho, mas um fracasso, uma derrota.
 Estamos atrás de uma beleza frenética, de um padrão externo, fabricado, que não é neutro nem inocente. Ao longo dos séculos, a beleza sempre esteve associada ao ócio. As mulheres do Renascimento tinham aquelas formas porque isso mostrava que elas não trabalhavam. As belas personagens femininas do Romantismo brasileiro sempre tinham a pele branca, alabastrina - qual quer tom mais moreno, como se sabe, já significava escravidão, trabalho. Beleza é luta de classes. Estamos na fase da beleza ostentatória, que faz questão de mostrar o dinheiro, o tempo livre para passar tardes em academias e mostra, afinal, quem nós somos: bonitos, ricos e dignos de ser admirados.
Acho que nem precisa dizer nada. O texto diz por si! [love]